Indústria de semicondutores fatura R$ 2 bilhões em 2015

Para o vice-presidente da Abisemi e presidente da Unitec, Frederico Blumenschein, o maior desafio do setor é fazer frente à redução de custos e à menor demanda mundial, que resulta em um acelerado processo de consolidação global.

12/11/2015 18:00

​​​​

A indústria de semicondutores brasileira ainda está dando seus primeiros passos, mas já garantiu ao país investimentos de US$ 1 bilhão, gerando retorno de US$ 2 bilhões em faturamento e a contratação de 2 mil pessoas; conforme dados da Abisemi.
O mercado mundial movimentará US$ 350 bilhões em 2015 e, até 2019 cerca de US$ 450 bilhões; de acordo com o presidente o presidente da Abisemi, Rogério Nunes, durante a South America Semiconductor Strategy Summit 2015, no Rio de Janeiro.

De acordo com o executivo, uma dos maiores problemas para a expansão do segmento no país são as altas taxas de impostos, que podem chegar a R$ 6 bilhões na indústria de semicondutores e R$ 36 milhões em toda a indústria eletroeletrônica.

Para o vice-presidente da Abisemi e presidente da Unitec, Frederico Blumenschein, o maior desafio do setor é fazer frente à redução de custos e à menor demanda mundial, que resulta em um acelerado processo de consolidação global.

Isso porque, apenas neste ano foram 14 fusões e aquisições, mais do que o dobro registrado entre 2010 e 2014.

O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, garantiu um panorama mais favorável da economia brasileira para o próximo ano, o que irá resultar na recuperação de resultados afetados pela crise baseado no crescimento de empresas de alta tecnologia.

(Da redação) ​